O Sol é Para Todos — Harper Lee

“Queria que você a conhecesse um pouco, soubesse o que é a verdadeira coragem, em vez de pensar que coragem é um homem com uma arma na mão. Coragem é fazer uma coisa mesmo estando derrotado antes de começar — prosseguiu Atticus. — E mesmo assim ir até o fim, apesar de tudo.” (p. 143.)

Essa passagem ilustra uma das partes mais bonitas do livro e, na minha opinião,  a essência de toda a história.

A vida dos personagens Atticus, Jem, Dill e de todos os moradores da pequena cidade de Maycomb é narrada pela esperta e maravilhosa menina Scout. Eles vivem no início dos anos 30, nos Estados Unidos, uma época em que negros e brancos são vistos de forma beeem diferentes…

O enredo do livro gira em torno dos sentimentos e opiniões dos moradores sobre o julgamento de um negro acusado de estuprar uma branca. Atticus, pai de Jem e Scout, é o advogado designado para atuar na defesa do rapaz.

66_o-sol-e-para-todos

Ao pegar o livro para ler, acreditei que seria algo que giraria apenas em torno do preconceito racial e uma disputa judicial. Não digo que não é sobre isso, mas é muito mais.

Na primeira parte, somos totalmente envolvidos pelas histórias de Scout, seu irmão Jem e o melhor amigo deles, Dill, que os visita todos os verões. Acompanhamos suas aventuras com os vizinhos, sua curiosidade com relação a um tal de ‘Boo’ e  vamos nos apaixonando por cada um. Ainda temos a forma com que Atticus os cria da melhor maneira que pode, desde que sua esposa faleceu.

1nlqek9pg28abuu30mvv1377x

De maneira leve, são abordados temas diferentes, como:  racismoa forma com a qual as crianças acham errado as pessoas serem tratadas diferente por conta do tom de sua pele; a não aceitação de Scout em ter que ser uma dama (e isso me fez cair de amores por ela); etc.

Porque vocês são crianças e entendem. E também porque ouvi o que aquele ali disse…-ele respondeu, indicando Dill com a cabeça.- Os sentimentos dele ainda não foram corrompidos. Quando crescer mais um pouco, não vai mais ficar mal e chorar ao ouvir certas coisas. Pode ser que ache as coisas meio erradas, digamos, mas não vai chorar, não quando ficar mais velho.

-Chorar por causa de que , Sr Raymond?- perguntou Dill, querendo se defender.

– Por causa do inferno pelo qual algumas pessoas fazem as outras passarem sem nem pensar. Por causa do inferno pelo qual os brancos fazem os negros passarem, sem nem sequer pararem pra pensar que eles também são gente.” (página 250)

Através dos olhos de Scout vamos entendendo como é viver numa cidade pacata, nos divertimos com as  aventuras dela com as crianças, vamos conhecendo cada vizinho e cada peculiaridade das famílias que ali vivem.  Uma a uma, as histórias nos mostram e nos fazem sentir como é viver naquele lugar, naquela época.

for-colored-only

Já a segunda parte do livro nos mostra o julgamento em si, suas peculiaridades e envolvimento e opiniões de cada cidadão da pacata Maycomb.

— Você preferia não ter que fazer isso, não é?

— É. Mas depois não teria coragem de encarar os meus filhos. Você sabe o que vai acontecer tanto quanto eu, e espero que Jem e Scout passem por isso sem sofrimento e principalmente sem pegar essa doença tão comum em Maycomb. Como pessoas razoáveis ficam possessas quando se trata de qualquer coisa relacionada com um negro eu nunca vou entender…  (p. 116.)

18854401-jpg-r_640_600-b_1_d6d6d6-f_jpg-q_x-xxyxx

Durante todo o desenvolvimento do julgamento, a cidade inteira vai assistir qual será o destino do negro, suposto estuprador de uma branca. Ao longo do processo, descobrimos o que realmente aconteceu, e sofremos junto com a indignação das crianças, sentimos raiva pela hipocrisia humana e podemos ver que o ser humano é capaz de tudo para provar seu ponto de vista.

A cada página virada, a gente não consegue parar de ler, e quer saber o que vai acontecer em seguida. Um livro emocionante, com um final lindo, em que nenhuma ponta fica solta e cada personagem tem o desfecho devido.

Ganhador do Prêmio Pulitzer em 1961, com filme vencedor do Oscar de melhor roteiro adaptado em 1962, até hoje vende mais de um milhão de cópias por ano. Ganhou meu coração e um lugar especial na estante de livros favoritos. Um livro pra VIDA!
AH! temos um podcast inteirinho dedicado a ele! Você pode ouvir aqui!

five stars

Emília

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s