Ler ou não ler, eis a questão — cinco peças para conhecer Shakespeare

Sobre este vídeo: “há mais coisas entre o céu e a terra do que pode imaginar nossa vã filosofia“.

Continuar lendo “Ler ou não ler, eis a questão — cinco peças para conhecer Shakespeare”

Como os livros eram encadernados antes da Revolução Industrial?

Disclaimer: Os nomes das partes do livro que eu coloquei aqui foram a minha tradução dos termos que são falados no vídeo. Para saber os nomes em português consulte o Matematicando.

Os livros de hoje são produzidos em massa por equipamentos automatizados. Porém, antes da mecanização da industria, páginas de livros eram unidas a mão, as capas eram feitas uma a uma, de forma bastante meticulosa, por talentosos artesãos no ofício da fabricação de livros.

Continuar lendo “Como os livros eram encadernados antes da Revolução Industrial?”

O Silêncio das Montanhas — Khaled Hosseini

O Silêncio das Montanhas é um livro diferente de tudo o que estes olhos já leram.

36730_
O autor!

Tenho de começar dizendo que Hosseini, o autor, é um exímio cativador de mentes e contador de histórias.

Meu primeiro contato com ele foi com o livro O Caçador de Pipas, que, por sinal, me fez chorar muito e refletir durante dias (em breve resenha aqui 😉 ).

O Silêncio das Montanhas só me fez ser mais fã ainda do autor.

“Em nome de Alá, o mais benevolente, o mais piedoso.” — O Silêncio das Montanhas

Continuar lendo “O Silêncio das Montanhas — Khaled Hosseini”

Treblinka: a revolta de um campo de extermínio — Jean-François Steiner

treblinka cover .jpg“It was death.” 

Essa sentença simples, resumida pela voz de Samuel Willemberg, último sobrevivente de um dos maiores campos de extermínio nazistas, resume muito do que senti lendo o livro controverso e assustador de Jean-François Steiner: morte.

Samuel, falecido em fevereiro deste ano, com 93 anos, resume, com sua afirmação, mais do que mortes de judeus. Podemos entendê-la como morte das relações humanas, da compaixão, morte da tolerância, morte das esperanças e de todas as pequenas cotidianidades e fundamentos que nos tornam seres humanos viventes. Um sofrimento a cada página virada, e um encontro devastador com um dos períodos mais terríveis da nossa história recente.

Bem-vindos a Treblinka.

Continuar lendo “Treblinka: a revolta de um campo de extermínio — Jean-François Steiner”

Tag literária: os quatro elementos

Gosta de tags literárias? Então chega mais, que a gente tem uma bem fácil e divertida para compartilhar!

Para quem não sabe, uma tag é um desafio rápido. Uma forma de nos fazer lembrar dos livros que temos ou que já lemos, e também de nos fazer mexer em nossa estante. Enquanto nos divertimos pensando nas respostas, vamos nos lembrando de várias histórias e de várias experiências de leitura que já tivemos.

A tag de hoje é sobre os quatro elementos da natureza — terra, fogo, ar e água — e nós a encontramos no blog Book & Cia. São oito itens, mais um item extra no final. Caso você se interesse por um dos livros mostrados, basta clicar na imagem para ser redirecionado ao site da Amazon, onde você poderá ver preço, informações técnicas, etc.

Continuar lendo “Tag literária: os quatro elementos”

Stonehenge — Bernard Cornwell

stoned_jenga_by_billy2917.jpg
Arte de billy2917

Quando uma coisa grandiosa está para ser feita, normalmente se destina à chamar atenção de gerações de homens e uma legião de deuses e espíritos…

Stonehenge me lembrou de alguma forma a obra Os pilares da terra, onde grandes feitos revelam grandes histórias….  Alguns  deles pedem obras divinas, em nome de Deus, para prestígio próprio — e isso não parece acabar bem na maior parte das vezes.

Continuar lendo “Stonehenge — Bernard Cornwell”