Tag literária – Doenças

Fala galera! Hoje é dia de responder TAG literária!

A de hoje é meio louca, vamos falar de “doenças literárias”!
Isso mesmo! Doenças ou estados físicos que te lembram livros!

Partiu responder?

1) Diabetes: Um livro muito doce. 

o-castelo-animado-diana-wynne-jones-mdf

Um livro que transborda doçura é “O Castelo Animado”, de Diana Wynne Jones.  Um docinho de livro! Os acontecimentos são leves, engraçados, e, enquanto acompanha a trama de uma jovem enfeitiçada, um demônio do fogo e um mago mimado, você dará várias risadas. Vale lembrar que também irá encontrar pensamentos profundos e filosóficos no meio de tanto algodão doce. Uma obra com gostinho de nutella de tanto amor!

Se se interessou em saber mais sobre “O Castelo Animado”, vem ler nossa resenha do livro! Só clicar nesse link.


2) Catapora: Um livro que você pegou para ler e nunca mais vai pegar de novo. 

2318243

Para mim um livro que se encaixa na descrição de “livro catapora” é “Doutor Jivago”, de Boris Pasternak. Apesar do grande valor histórico da trama que mostra o médico, Jivago, em sua saga ao ser preso pelos bolcheviques durante a revolução, é uma obra que eu custei muito a finalizar. A leitura é difícil, os nomes russos dos personagens se embananaram na minha cabeça e não senti grande simpatia por nenhum deles… Uma blasfêmia? Pode ser, mas bom, cada um possui suas próprias experiências literárias não é mesmo? Acho difícil que eu pegue novamente as mais de 700 páginas de Pasternak para ler no futuro.


3) Ciclo Menstrual: Um livro que você relê constantemente. 

6802840_1GG

Não tenho muito o hábito de fazer releituras (shame on me), mas um livro que será inevitável reler, não só uma, mas várias vezes, é este clássico: “As Brumas de Avalon”, de Marion Zimmer Bradley. A tetralogia de Bradley é fascinante. Ao colocar Morgana no centro da história do rei Artur, a autora consegue transitar sobre religiões pagãs em seu embate com o cristianismo, sexualidade feminina, questões de gênero e pertencimento. Um daqueles livros nos quais você acaba a leitura e ela não te deixa!


4) Gripe: Um livro que se espalhou como vírus. 

a-guerra-os-tronos.jpg

Vejo “Guerra dos Tronos”, do querido George R. R. Martin, em toda parte! Na série da HBO, nos quadrinhos, entrevistas, resenhas, na mochila das pessoas, em todo lugar! A obra é tão conhecida e lida que fica difícil fazer uma sinopse. Você provavelmente já conhece o plot da trama não é mesmo? Caso ainda não (!), o que está esperando!? Bora abrir logo esse calhamaço!


5) Asma: Um livro que tirou seu fôlego. 

capa Todo dia david levithan

 

Maravilhoso e de tirar o fôlego é o livro “Todo Dia”, de David Levithan. Poucos livros me pegaram como este. A ideia de criar um protagonista que não tem um corpo para chamar de seu e que fica acordando todos os dias em corpos de adolescentes diferentes, é surrealmente criativa! Vale dizer que David a estrutura magistralmente, trabalhando questões sociais muito pertinentes através do cunho leve e poético da sua escrita. Esse é um livro pra tirar o fôlego, mesmo depois de fechado.

Quer saber mais sobre a obra? Vem ler nossa resenha dela nesse link!


6) Insônia: Um livro que te tirou o sono. 

21. O colecionador de ossos.jpg

Um livro que te deixa ansioso para saber o que vai acontecer em seguida é o thriller policial marcante de Jeffery Deaver, “O Colecionador de Ossos”. A velha fórmula serial killer x detetive funciona como nunca, inovando, no entanto, na maneira meticulosa sem ser pedante com a qual os segredos são revelados. A trama também acontece desnudando a personalidade e temores dos personagens. Você não vai querer dormir antes de virar mais uma página!


7) Amnésia: Um livro que você leu mas não se lembra muito bem. 

coisas.jpg

Não me lembro quase nada de “Coisas Frágeis”, do celebrado Neil Gaiman. O livro não foi uma experiência ruim, mas me recordo de não me apegar a praticamente nenhum conto. Eles passaram por mim como aquelas chuvas rapidinhas que você abre o guarda-chuva e, de repente, sai um solão. Foi mais ou menos isso. Após a leitura, não fiquei martelando conceitos nem emocionada com nenhuma passagem, apenas peguei outro livro e me esqueci, quase que completamente, de tudo que li em Coisas Frágeis. Queria eu ter gostado mais… acontece né?


8) Enjôo de viagem: Um livro que te leva pra outra época/ mundo/lugar. 

capa_rosabranca.jpg

Pega o passaporte e vá ler “A Rosa Branca Rebelde”, de Janet Paisley! Enquanto lia as desventuras heróicas de uma guerreira jacobita, consegui me transportar para o universo dela. Confesso que demorou um pouco, viagens a lugares estranhos sempre causam aquele impacto inicial né? Mas depois de superado, estava com um pezinho na Escócia!

Quer saber mais sobre este livro? Temos resenha nesse link!

Espero que tenham gostado! E aí, quais são as “doenças literárias” de vocês? ^_^

Jovi

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s